Telefone: (11) 5677.1435
Nextel: (11) 7769.6290
ID: 92*50545

ENTULHO E NA CAÇAMBA!

Não deixe os resíduos de sua obra congestionar ainda mais as calçadas e ruas da cidade. Conheça as formas adequadas de descartá-los, colaborando com o meio ambiente:

Você sabia que as obras de São Paulo geram em torno de 17 mil toneladas de entulho por dia? Para evitar que tudo isso vá parar em córregos, vias públicas ou aterros clandestinos, segundo a Secretaria Municipal de Serviços (SMS), quando acima de 1 m cúbico, os resíduos devem ser depositados em caçambas de empresas cadastradas na Limpurb. Para você não se surpreender com a apreensão da caçamba em plena obra, no ato da contratação verifique se ela está sinalizada com o cadastro da Limpurb, solicite um comprovante do aterro para onde a empresa leva o entulho recolhido e, no caso de vaga rotativa de Zona Azul, a autorização da Companhia de Engenharia de Tráfego para ficar estacionada.

O período de permanência da caçamba é de 72 horas – e cinco dias na Zona Azul. Onde não for permitido estacionar, as empresas devem ter autorização do Departamento de Operação do Sistema Viário (DSV) para a retirada do material. Caso note alguma irregularidade, reclame na Limpurb (156).

ALTERNATIVAS À CAÇAMBA

Até 15 sacos a Dlix Caçambas oferece o serviço de carreto e mão de obra para retirada de pequenas quantidades de entulhos que são descartados nos ecopontos. O serviço também é uma alternativa a quem reside em uma via com restrição de estacionamento e/ou parada de veículos, inviabilizando o uso de caçambas. E, quando o volume de entulho for pequeno e já houver uma caçamba na sua rua, por que não dividi-la com o vizinho, como fez o advogado Gianluca Notarianni? "Propus ao dono da obra ao lado que rachássemos a caçamba e ele topou."

Maneiraweb soluções digitais!